<$BlogRSDUrl$> Site Meter

sexta-feira, abril 30, 2004

Nervos, ansiedade... 

Hoje tenho uma entrevista importante. Sabem como é... Vou mudar de emprego!
Estou com uns nervos! E as dores de barriga?! Não sei se vista o meu fatinho de ver a Deus. Se calhar é melhor não...É muito escuro e vê-se a caspa nos ombros. Sabem que eu até faço tratamento mas não sou suficientemente persistente. E nestas alturas de stress é uma desgraça! Chego a usar, como proteção contra a neve capilar, uma espécie de écharpe, quando ninguém me vê, e que retiro em público.
Talvez vá de ténis...ou talvez não. Deitam um sempre pouco de um cheiro que já desisti de controlar.
Ah mas o meu boné Bico-de-Pato é definitivo. Dá-me um ar desportivo! Convém demonstrar sempre um certo dinamismo, uma certa juventude. Vejo-me ao espelho e hoje nada me fica bem!
Bem, se o tempo fosse quente, eram as bermudas e a sandália, num estilo à-vontadex. O problema seria as pernas. Não são lá grande coisa! Mas que diabo, não sou candidato a modelo de passerelle!
Normalmente não me preocupo com estes pormenores mas hoje sim. Quero causar boa impressão!
Um momento, ai,ai,ai,...tenho que ir lá dentro!

quinta-feira, abril 29, 2004

Mmmmpffff...! 

Não me amordaçam, não!
HAAAAAAAAAAAAAAAAA....*/#?”(&%<+*/!!!!!
Venham cá seus malandros! Eu sei que me visitam! Sei também que possuem meios secretos por intermédio dos quais o contador de visitas é anulado! Julgam que eu não sei!
Olha, olha lá está um à espreita e o contador imóvel! ...Sacanas envergonhados! Eu bem desconfiava!
Que baixeza de comportamento só para eu desistir. Covardes, é o que é!
Ninguém dá a cara e a verticalidade claudica até para além dos 45 graus com horizontal. Raios! Preciso de contra-medidas.
Sei também que o meu zingarelho de comentários está sabotado. Não regista cerca de 97 por cento das pérolas dos meus mais fiéis e queridos interlocutores. Sim, porque eu tenho-os todos na minha Base de Dados secreta.
Montaram-me uma CABALA! Mas esta é minha e só minha!
Ha, ha, ha, ha...........!!!

quarta-feira, abril 28, 2004

É gira a blogosfera! 

Dou pelo conjunto dos comentariofilos onde se acotovelam-se os patetas alegres e diletantes, que como eu, têm pouco para dizer, gostam de mandar umas bocas e uns desabafos inconsequentes, e ninguém lhes liga, os que põem os sentimentos a nu, os que escrevem descontroladamente como se para alívio de uma cólica , os que se preocupam com língua pátria, os que se marimbam nela, voluntária ou involuntariamente, os que têm de dar sempre a sua opinião mesmo que esta não interesse a ninguém, os espalha-braza, os politiqueiros correctos e incorrectos, os que têm ideias fixas, doentiamente fixas, os que fazem versos, os poetinhas e os poetas envergonhados, os prosadores esmagadoramente cultos e bibliografadores, os professores-doutores, os snobs proletas e os proletários snobs, as alminhas angustiadas, apaixonadas e desiludidas, as mocinhas do dia a dia, trivial e croquetes, os profissionais dos estados de alma, os arautos de Deus, os do Diabo, os teenagers inconcientes, os pornógrafos de pacotilha, os erótico-desinibidores, os que estão mascarados fazendo voz de falsete, os que não têm nada a esconder mas escrevem como se tivessem, os profetas e iluminados, os partidários da teoria da conspiração, os eco-verdengórios, os científicos, os filosofeiros, e mais um rol imenso de outros malucos, que se dividem entre a necessidade de terem companhia ou brilharem diante de uma plateia.
Dou pelo sub-conjunto dos comentariofobos que acolhe muitos tipos incluídos em muitas das classes acima mencionadas mas que são autosuficientes, ou armam a isso, que dispensam qualquer comentário alheio porque inútil senão perturbador da sua mui estremecida linha de raciocínio ou muito simplesmente porque se estão borrifando no que os outros pensem ou digam ou ainda porque não gostam da careca à mostra em público.
Além destes, também há os que não sabem instalar o HTML do gerador de bitaites, coitados. E não está tudo...
Se alguém se não sente abrangido é favor dizer! Terei muito prazer em o encaixar. Salvo seja!

terça-feira, abril 27, 2004

Jogos Florais 

Mais Primavera!

Tudo brota em profusão
Quando a Primavera nasce
No meu peito, o coração,
E nele amor quanto baste.

Crescem begónias e lírios
Agapantos e narcisos
Lilases e sardinheiras
Gargalhadas e sorrisos.

E na Primavera fazem-se também serenatas...

Ó mais doce e carinhosa,
Mais ternurenta e sensível,
Ó mais linda e radiosa
Nos píncaros inatingível.

Dos lírios tens o candor
E das rosas o perfume,
No coração tens amor,
O teu olhar deita lume.

Ainda ressumes candura
Irradias simpatia.
Dona da alma mais pura
És, simplesmente, ________
(aqui podem escrever o nome que entenderem)

Hás-de encontrar a Paixão
Tal é o desiderato.
Ponho-me já a caminho,
Sou o primeir’ candidato.


segunda-feira, abril 26, 2004

Construção marmórea 

O Poder Primordial
Que criou o Universo,
Esperou p’lo sexto dia
Em que já pouco podia,
Para fazer Portugal.

Depois então descansou,
Lavou as mãos e deitou-se.
Mas o sono não chegava
E Deus, que necessitava
De dormir, assim falou:

Construtores e pedreiros,
Arquitectos, Engenheiros,
Edis e vereadores,
Calai-vos um pouco, sim?

Bem sei que não custou muito
Inventar este país
Mas preciso repousar,
Meditar e repensar,
E tal m’impede o chinfrim!

E foi o que se passou!
Nunca a Obra foi limada,
Polida e envernizada,
O tempo sempre faltou.

Este gosto bem foleiro
De paredes no reboco
É moda no camp’inteiro.
Em toda a casa que medra
São estilhaços de pedra
Que decoram o terreiro

domingo, abril 25, 2004

Mayday, Mayday, Mayday... 

Tenho o blog avariado! Recusa-se a mostrar o comentariódromo e abre com várias mensagens de erro a perguntarem se eu quero fazer depurações (?)... No dia da liberdade e da democracia !!! É uma piada de mau gosto ou uma provocação! Raios! E eu que tinha tanto para dizer! Tenho uma infiltração reaccionária no CPU?
Não perorarei sem fidebéque! Pronto! Isto é um monólogo. Socooooooorro...

sábado, abril 24, 2004

Ai a Primavera... 

Assim que li nos teus olhos
O que me querias dizer
Meu coração deu três saltos
E desatei a correr

Só parei de encontro a ti

O abraço que te dei
É do tamanho do mundo
E o beijo que roubei
Sabe ao amor mais profundo.

Chego’a ouvir campainhas,
Sinos , até chilreares
Quando na boca te beijo,
E todas as ladainhas,
Árias belas e cantares
São poucas quando te vejo.

A rima descompassada
Que acabei de compor
Só quer dizer uma coisa…
Vem de prosa improvisada,
Sai mais ou menos rimada,
Mas mostra bem meu amor.



sexta-feira, abril 23, 2004

Hoje estou numa de machão! 

Meninas, é só a brincar tá bem?

Prenda
O tipo chegou a uma joalharia e comprou uma jóia de 50 mil Euros
para a mulher lindíssima que estava ao seu lado, pagando a conta
com um cheque.
O vendedor ficou meio preocupado, pois era a primeira vez que via
aquele cliente e a conta corrente dele era aberta recentemente.
O cliente foi logo dizendo:
- Vejo que você pensa que o cheque pode não ter cobertura, não é ?
Tudo bem. Vamos fazer o seguinte, hoje é sexta-feira e o banco já
fechou. Você fica com o cheque e com a jóia. Na segunda-feira, você
vai ao banco, pega o dinheiro e manda entregar a jóia na minha
casa, ok? O vendedor ficou mais aliviado.
Na segunda - feira aconteceu o que temia: cheque não tinha
cobertura e o vendedor ligou para o cliente, o qual respondeu:
- Pode rasgar o cheque. Já comi a gaja!

Mulheres
Um dia uma Dona de Casa, buscava gravetos para o fogão à lenha,
a fim de fazer o almoço para sua família, cortando o galho de uma
árvore já tombada do lado de um rio, mas seu machado caiu dentro
do rio.
A mulher suplica a Deus que lhe aparece e lhe pergunta:
- Por choras, mulher?
A mulher responde que seu machado havia caído no rio.
E Deus entra no rio do qual tira um machado de ouro e pergunta:
- É este o teu machado?
A nobre mulher responde:
- Não Senhor, não é esse."
Deus entra novamente no rio e desta vez tira um machado de prata:
- E este é teu?.
- "Também não", responde a D. de casa.
Deus volta ao rio e tira um machado de madeira e pergunta:
- "É este o teu machado?".
- "Sim", responde a nobilíssima mulher.
Deus ficou contente com a sinceridade da mulher, e mandou-a de
volta para casa dando-lhe os 3 machados de presente.
Um dia, a mulher e seu amantíssimo marido estavam passeando
nos campos quando ele tropeçou e caiu no rio. A infeliz mulher
então, suplica a Deus que aparece e pergunta:
- Mulher, por que choras desta vez?"
A mulher responde que seu esposo caiu no rio, e imediatamente
Deus mergulha e tira o Expedito da novela das 8" do rio, e pergunta:
- É este seu marido?"
- "Sim, sim", responde a mulher, e Deus enfurece-se.
- "Mulher mentirosa!!!", exclama.
Mas a mulher rapidamente se explica:
- Deus, me perdoe, foi um mal entendido. Se eu dissesse que não,
então o Senhor tiraria Gianechini do rio, depois se eu dissesse que
não era ele, o Senhor tiraria meu marido, e quando eu dissesse
"sim" o Senhor mandar-me-ia ficar com os 3. Mas eu sou uma humilde
e devota mulher e não poderia cometer trigamia .. só por isso eu
disse 'sim' para o primeiro deles.
"E Deus achou justo, e perdoou-a".
Moral da história: Mulher mente de um modo que até Deus acredita!

Desencorajadoras!

ELE: Posso pagar-lhe uma bebida ?
ELA: A bem dizer, prefiro que me dê o dinheiro.

ELE: Viva. Não nos encontrámos já uma ou duas vezes ?
ELA: Só pode ter sido uma. Eu nunca cometo o mesmo erro duas
vezes.

ELE: Onde é que foi buscar tanta beleza ?
ELA: Devem-me ter dado a sua parte.

ELE: Quer sair comigo no próximo sábado ?
ELA: Lamento. Vou estar com dores de cabeça.

ELE: Essa carinha deve dar a volta a muitas cabeças.
ELA: E essa deve dar a volta a muitos estômagos.

ELE: Vá, não seja tímida. Peça-me para dar uma volta.
ELA: Está bem: vá dar uma volta.

ELE: Acho que eu a podia fazer muito feliz.
ELA: Como ? Vai-se embora ?

ELE: Que me diria se eu lhe pedisse para casar comigo ?
ELA: Nada. Não consigo falar e rir ao mesmo tempo.

ELE: Pode dar-me o seu nome ?
ELA: Porquê ? Não lhe deram já um ?

ELE: Por onde tem andado, que só agora a conheci ?
ELA: A esconder-me de si.

ELE: Não nos encontrámos já num lugar qualquer ?
ELA: Já. É por isso que nunca mais lá fui.

ELE: Esse lugar está vago ?
ELA: Está. E se você se sentar, este também.

ELE: O seu corpo é como um templo.
ELA: Lamento, hoje não há missa.

ELE: Se eu pudesse vê-la nua, morria de felicidade.
ELA: Se eu o visse nu, morria de riso.

ENCAMINHE ESTA MENSAGEM PARA MULHERES QUE ESTEJAM A
PRECISAR DE SE RIR (e para homens que tenham sentido de humor).
PS: Mulheres a precisar de rir.... conheço umas poucas, homens
sem sentido de humor...... desconheço!!

A ingratidão!
E as mulheres ainda reclamam que os homens não lhes
ligam nenhuma:

Qual é o maior motivo para que os homens queiram ser
financeiramente bem-sucedidos?
Para arranjarem mulheres.

Porque é que os homens investem tanto na compra de
carrões?
Para impressionar as mulheres.

Qual a importância de combinar cintos, sapatos, cortes
de cabelo e modelos de camisa?
Para agradar às mulheres.

Qual a grande motivação para frequentar ginásios e
suar como porcos nas esteiras assassinas?
Para ver mulheres.

Porque é que os homens se enchem de perfume, gel,
loção após-barba e desodorizante?
Para se aproximarem das mulheres.

Porque é que os homens são sempre ciumentos?
Para não perderem as mulheres.

Porque é que os homens são infiéis?
Para coleccionarem mulheres.


Porque é que os homens tentam demorar o seu gozo?
Para satisfazerem as mulheres.

Porque é que os homens casam?
Para manterem as mulheres.

Porque é que os homens descasam?
Para renovarem a mulher.

Porque é que os homens trabalham?
Para terem dinheiro para saírem com mulheres.

Ou seja, a única coisa que os homens fazem sem pensar
nas mulheres é ir ao futebol e beber cerveja.
E elas ainda implicam!!!!

Génese
Deus criou o mundo em seis dias.
No sétimo descansou mas dedicou-se a ouvir as reclamações.
A primeira a apresentar protestos foi a girafa:
- Porra, Deus! (a girafa, além de feia, sempre foi desbocada). Que
sacanagem é esta? Este meu pescoço enorme é ridículo!
- Calma dona Girafa! Tudo foi muito bem pensado. Com esse pescoço
comprido, além de a senhora poder comer as folhas mais tenras, do
alto das árvores, vai poder perceber a aproximação do inimigo antes
dos outros animais e assim se defender.
A girafa ouviu as explicações e ficou convencida de que Deus, afinal,
tivera uma boa idéia.
Logo depois entrou o elefante, injuriado:
- Mérde, mon Dieu! (o elefante também era desbocado, e francês!!!).
Êú sou enorrrme de gorrrdo e tenho esta trromba no mêiou da carra.
C’est patétique !
Deus, pacientemente, explicou:
- Com esse tamanho todo, nem o Leão, que é o rei da selva, terá
coragem de te enfrentar e, além do mais, graças a essa tromba,
você é o único animal que pode tomar banho de chuveirinho...
O elefante ponderou e chegou à conclusão que Deus tinha razão.
O terceiro bicho da fila era a galinha, que já entrou metendo o pé na
porta:
- Não quero saber de explicações! Ou diminuis o tamanho do ovo ou
me aumentas o tamanho do cu!

Bom fim de semana!

quinta-feira, abril 22, 2004

Um pouco de solidariedade 

Aviso

Roubo de automóveis – Nova versão

Leia isto e envie-o a quem entender.
Imagine que vai retirar o seu automóvel do parque. Entra põe o carro
a trabalhar, tranca as portas e engata a marcha a trás. Normalmente
é assim, não é?
Olha pelo retrovisor e repara que está uma grande folha de papel a
cobrir o vidro traseiro, tapando a visão.
Põe a alavanca em ponto morto, sai do carro para retirar a folha.
Quando chega à traseira do automóvel, surge o ladrão do nada,
mete-se no lugar do condutor e arranca com o veículo e tudo o que
ele contém. Foi só engatar a mudança adequada! Simples !
Se isto lhe acontecer, arranque mesmo com o papel colado, o qual
poderá ser retirado mais tarde!
Divulgue, no seu interesse e dos outros !

Nunca é demais falar no assunto...
Depoimento de uma mulher que pode servir para ajudar outras
mulheres

( Da atriz brasileira Patricia Pillar)

"É uma forma rara de câncer de mama e está no exterior da mama,
no mamilo ou auréola, aparece como um vermelhão que depois se
torna uma lesão com bordas crustosas.
Eu nunca teria suspeitado que seria um câncer de mama, mas era.
Meu mamilo nunca pareceu diferente para mim, mas o vermelhão
incomodou, por isso eu fui ao consultório do meu médico.
Às vezes coçava e doía, mas outras vezes não atrapalhava.
Era só feio e incomodo, e não desaparecia com todos os cremes
prescritos pelo dermatologista como a dermatite nos olhos que
tive antes disso.
Aí fui ao consultório para ser examinada. Eles pareciam um pouco
preocupados, mas não me avisaram que poderia ser câncer.
Agora suspeito que não há muitas mulheres por aí que saibam que
uma lesão ou vermelhidão no mamilo ou auréola pode ser câncer de
mama.
Quais são os sintomas?
O meu começou como uma simples pápula (espinha) na auréola.
Um dos maiores problemas com a Doença de Paget do mamilo é que
os sintomas parecem inofensivos. Pensa-se frequentemente que é
uma inflamação ou infecção de pele, levando a indesejáveis
adiamentos na detecção e tratamento.
Os sintomas incluem:
a) Uma persistente vermelhidão e crostas no seu mamilo levando-a
a coçar e provocar ardor (como falei, o meu não coçou ou ardeu, mas
tive uma crosta na borda externa de um dos lados).
b) Uma dor no seu mamilo que não diminui (a minha era na área da
auréola com uma área grossa e esbranquiçada no centro de meu
mamilo).
c) Geralmente só um mamilo é afectado.
Como é diagnosticado:
Seu médico fará exame físico, e pedirá mamografia bilateral
imediatamente.
Apesar de a vermelhidão, inchaço e crosta parecerem dermatite
(inflamação da pele), seu médico deve suspeitar de câncer se a lesão
for em apenas uma mama. Seu médico deverá pedir uma biopsia em
sua lesão para confirmar o que está acontecendo.
Eles tirarão uma amostra do seu tecido mamário naquela área para
teste.
Se o câncer for só no mamilo e não na mama, seu médico pode
recomendar retirar só o mamilo e o tecido ao redor, ou sugerir
radioterapia.
Se o meu médico cuidasse do meu rapidamente ao invés de ir tratando
como dermatite, talvez pudessem salvar minha mama e a doença
não iria para meus nódulos linfáticos.
NOTA:
Esta mensagem deve ser levada à sério e repassada para tantas
amigas quanto possível. Pode salvar a vida de alguém.
Meu câncer de mama se espalhou e metastatizou para meus ossos,
isso depois de receber mega doses de quimioterapia, 28 tratamentos
de radioterapia e tomar Tomoxipan.
Talvez se eu soubesse dessa doença anteriormente, ela não tivesse
se espalhado. Tentei relatar o meu caso em um programa de TV, mas
não houve interesse sobre esse tema.
Por favor:
Envie esta mensagem a todas as mulheres com quem você se
preocupa E PARA OS HOMENS QUE VOCÊ CONHECE E QUE AMAM AS
MULHERES QUE EXISTEM EM SUAS VIDAS, PARA QUE POSSAM TAMBÉM
AJUDÁ-LAS NO COMBATE CONTRA O CÂNCER."


quarta-feira, abril 21, 2004

Que alegria! 

Apos os ultimos acontecimentos no mundo do futebol, melhoraram as expectativas das pessoas que, como eu, abominam o festival de porcaria que envolve o desporto profissional...!
E so o S.Pedro cuspir nas maos e vao mais uma catrefada deles dentro, se Deus
quiser!
A Judite que nao perca a embalagem! Aqui nao existem anusinhos a serem atafulhados de notas de Euro. A compra das vitimas e mais complicada e muito mais dispendiosa. Rapaziada, depois de mais uma voltinha pelo Norte, pois esta so e pouco, venham por ai abaixo e passem o verao ca pelo Sul, a cata deles.
Entao, quando restar somente gente seria passarei a deleitar-me com o espectaculo desportivo e talvez me inscreva num clube, o qual me absterei de mencionar, por hora.
Ingenuo ou idiota serei, deixa-lo! Mas a esperanca ao confundir-se muitas vezes com a vontade do pensamento concede-nos uma certa satisfacao, talvez ilusoria, mas de qualquer modo agradavel...
Que as maes dos arbitros passem todas a damas de reputacao inquestionavel e os dirigentes desportivos o sejam com sacrificio autentico da sua vida pessoal. Por Amor Platonico, na verdadeira acessao da palavra! Assim seja.

Ao editar este post reparei que desaparecerao os sinais e o c cedilhado do nosso alfabeto, pelo que tive de alterar alguns caracteres. Do facto peco desculpas, sem culpas. Eles voltam. Quando, so Deus sabe!

terça-feira, abril 20, 2004

Sociedade, Cultura e Lazer 

Sociedade

Deitado no seu leito de morte, Joshua Ruha chama o seu filho mais
velho. Com dificuldade, tira um antigo relógio de bolso, e diz:
- Filho... estás a ver este relógio?
- Sim, pai. - Responde o filho, com lágrimas nos olhos.
- Ele era do meu bisavô! - Continuou o pai -
Depois, ele foi passado para o meu avô... depois para o meu pai...
e depois para mim... Agora, chegou a tua vez... queres comprá-lo?

Cultura

Dieta
Todos nós sabemos que uma caloria é a energia necessária para
aquecer 1g de água de 21,5° a 22,5°C. Não é necessário ser
nenhum génio para calcular que, se o ser humano beber um copo
de água gelada (200 ml), aproximadamente a 0°C, necessita
de 200 calorias para aquecer 1°C desta água.
Para haver equilíbrio térmico com a temperatura corporal, são
necessárias então aproximadamente 7.400 calorias para que estas
200g de água alcancem os 37°C da temperatura corporal
(200g X 37°C).
E, para manter esta temperatura, o corpo usa a única fonte de
energia disponível: a gordura corporal. Ou seja, ele precisa
queimar gorduras para manter a temperatura corporal estável.
A termodinâmica não nos deixamentir sobre esta dedução.
Assim, se uma pessoa beber um copo de cerveja (aproximadamente
400g na temperatura de 0°C), perde aproximadamente 14.800
calorias (400g x 37°C).
Mas não vamos esquecer de descontar as calorias que ganhamos
com a cerveja: aproximadamente 800 calorias para um copo (400 g).
Então, passando a régua, temos que uma pessoa perde
aproximadamente 14.000 calorias com a ingestão de um copo de
cerveja gelado. E obviamente, quanto mais gelada for a cerveja
maior será a perda de calorias.
Como está claro a todos, muito mais efectivo do que, por exemplo,
andar de bicicleta ou correr, onde são queimadas apenas 1.000
calorias por hora.
Amigos, emagrecer é muito simples, basta beber cerveja bem
gelada, em grandes quantidades, e deixarmos a termodinâmica
cuidar do resto.

Lazer

Um homem e uma mulher vão sentados lado a lado na 1ª classe
de um avião.
A mulher espirra, pega num lenço e passa-o cuidadosamente
entre as pernas.
O homem não tem a certeza se viu bem e conclui que foi uma
alucinação.
Alguns minutos passam. A mulher volta a espirrar.
Ela pega no lenço e passa-o cuidadosamente entre as pernas.
O homem começa a ficar doido.
Ele não acredita no que os seus olhos vêem.
Mais uns minutos passam.
A mulher volta a espirrar.
Ela pega num lenço e passa-o cuidadosamente entre as pernas.
Era mais do que o homem podia aguentar.
Ele volta-se para a mulher e diz:
- "Por 3 vezes a senhora espirrou, e por 3 vezes pegou no seu lenço
e passou-o por entre as pernas, está a querer dizer-me alguma coisa,
ou está só a tentar deixar-me louco?"
E ela responde:
- "Peço desculpa se o perturbei, eu sofro de um mal extremamente
raro que faz com que cada vez que espirre eu tenha um orgasmo."
O homem, com remorsos do que tinha dito antes, diz:
- "As minhas sinceras desculpas, o que é que está a tomar para isso?"
E ela responde:
- "Pimenta!"



segunda-feira, abril 19, 2004

Culturalmente edificante 

Quantos destes não terão, no presente, lugares de relevo na nossa sociedade?

Oral da cadeira de Anatomia do curso de medicina
- Prof: Descreva o fígado.
-Aluno: Os fígados...
- Prof: Os fígados??!! Quantos são?
-Aluno: Dois. Direito e esquerdo!
-----------
Oral da cadeira de psicologia do curso de medicina
- Onde se localiza o centro de inteligência...?(área do córtex cerebral)
- Nos Estados Unidos da América.
---------------
Curso de Segurança Social, numa universidade privada lisboeta.
- Diga-me lá porque é que a taxa de natalidade é menor nos países
desenvolvidos.
- Porque se trabalha mais do que nos países subdesenvolvidos.
- Ai sim?
- E tem-se menos tempo.
- Menos tempo para quê?
- (o aluno, hesitante e já embaraçado) Menos tempo para fazer amor.
-----------
Oral na Faculdade de Medicina de Coimbra
- Minha senhora, diga-me, por favor, qual é o órgão do corpo humano
que dilata até sete vezes o seu tamanho normal. A aluna retorce-se,
transpira, cora indecentemente. Decide mesmo recusar-se a responder
à pergunta. Numa sucessão de respostas infelizes a outras questões,
acaba por chumbar.
Na oral imediatamente seguinte, o professor resolve insistir na
pergunta.
- Minha senhora, qual é o órgão do corpo humano que dilata até sete
vezes o seu tamanho normal?
- (a aluna, respondendo prontamente) É a íris, senhor professor.
- (O examinador, com um sorriso largo) Por favor, diga à sua colega
que vai ter muitas desilusões ao longo da vida.
----------------
Exame numa universidade privada, em Lisboa
- Dê-me um exemplo de um mito religioso.
- Um mito religioso? Sancho Pança. (estupefacto, o professor pede
ao aluno para este escrever o que acabou de dizer.
O aluno escreve no papel: "S. Xupanssa").
---------------
Prova oral da cadeira de Direito Constitucional, numa Universidade
privada de Lisboa.
- O que aconteceu no 25 de Abril foi o início do regime autoritário
salazarista. Mas quem subiu ao poder foi o presidente do então PSD,
Álvaro Cunhal, que viria a falecer em circunstâncias misteriosas no
acidente de Camarate.
---------------
- Quais são as batalhas mais importantes da história portuguesa?
- Antes de mais, senhor doutor, a batalha de Alves Barrota.
O exame terminou aqui.
----------------
Num instituto superior da capital, 1º ano de Relações Internacionais.
A cadeira é Ciência Política. O professor é um distinto deputado à
Assembleia da República. A aluna, com rara convicção, explica ao
examinador tudo o que se passou no 25 de Abril de 1974:
"A revolução de 74 significou a queda de um regime militar dominado
pelo almirante Américo Tomás e pelo marechal Marcelo Caetano, que
governava o país depois de deposto o último rei dePortugal,
Oliveira Salazar. O 25 de Abril foi uma guerra entre dois marechais:
o marechal Spínola e o marechal Caetano".
Obviamente, chumbou.
----------
Outra versão, ainda mais criativa, desta vez numa Universidade
privada de Lisboa, no 3ºano de Relações Internacionais.
- Descreva-me brevemente o que foi o 25 de Abril de 1974.
- Foi um golpe levado a cabo pelos militares, liderados por Salazar,
contra Marcelino Caetano.
- (o professor, já disposto a divertir-se) E como enquadra o processo
de descolonização nesse contexto?
- Bem, a guerra em África acabou quando Sá Carneiro, que,
entretanto subiu ao poder, assinou a paz com os líderes negros
moderados. Foi por causa disso que ele e esses líderes morreram
todos em Camarate.
- Já agora, pode dizer-me quem era o presidente da República
Portuguesa antes de 1974?
- Samora Machel.
Conta quem assistiu à oral que o professor quase agrediu a aluna.
------------------
Uma professora de Direito Constitucional numa universidade privada
do Porto questiona o aluno sobre a Constituição de 1933. Esta
consagra a impossibilidade de os descendentes da casa de Bragança
se candidatarem à presidência da República.
- "Diga-me lá porque é que D. Duarte, segundo a Constituição
portuguesa de 1933, não poderia candidatar-se à presidência da
república?".
- "Porque ele é actualmente o presidente português".

Noutra resposta à mesma pergunta, que esta professora recebeu:
- "Porque vivemos num sistema monárquico".
----------------
Numa outra prova oral de Direito Constitucional, o examinador
pergunta ao aluno:
- Quem substitui o presidente Jorge Sampaio em caso de
impossibilidade temporária deste?
- A mulher dele, a Maria José Ritta.
----------------
Uma universidade privada em Lisboa, 1997. A correcção manda que
se diga que"as leis são emanadas da Assembleia da República".
Discorrendo sobre o processo legislativo, um aluno responde que
"as leis vêm em manadas da Assembleia da República".
----------------
1º e 2º ano do curso de Relações Internacionais, numa universidade
privada de Lisboa. 1988/1996. Algumas preciosidades.
- Quem é o actual presidente dos Estados Unidos?
- O Perez Troika.
------------------
- Paris é a capital de que país?
- Bruxelas.
- Quando foi a Revolução Liberal em Portugal?
- Em 1640.
- Diga-me, por favor, o que é a Nato.
- É a Organização do Tratado do Atlântico Norte.
- E a OTAN?
- (o examinado, depois de pensar demoradamente) Bem, aí a
doutrina divide-se.
-----------------------
- Então diga-me lá qual era o nome próprio de Hitler?
- Heil.
----------------
- Minha senhora, em que época histórica situa Adolfo Hitler?
- No século XVIII, senhor professor.
- Tem a certeza?
- Não! Desculpe. No século XVII.
- Quem foi o grande impulsionador do nazismo?
- (o aluno, rápido e incisivo) O Fura João Hitler.
- O "Fura".
- Sim. É a designação hierárquica de Hitler.
-----------------
Numa outra oral. Cadeira de História das Ideias Políticas e Sociais.
- Qual é a obra de fundo de Adolfo Hitler?
- É a Bíblia alemã.
- Pode dizer-me o que é um genocídio?
- É a morte dos genes.
- Como?
- É a morte dos genes e dos fetos.
------------------
Cadeira de Direito Internacional Público, uma universidade privada do
Porto. O professor, desesperado com a vacuidade das respostas de
certos alunos em orais da especialidade, resolve tentar ajudar,
recorrendo à geografia.
Questionado sobre a localização da Escandinávia, o aluno responde que fica
algures na Ásia. O examinador, rendido, brinca agora.
- Podemos então passar a chamar-lhe Escandinásia.
- Se calhar, senhor doutor.
- Não sabe que a Escandinávia fica na Europa?
- Pois é, tem razão!
- E fica a Norte ou a Sul?
- A sul.
- E sabe apontar-me alguma característica dos escandinavos?
- (o aluno, depois de longa pausa) Bem, eu acho que eles não são
pretos.

quinta-feira, abril 08, 2004

Para desopilar 

Num arquipélago maravilhoso e deserto, no meio do nada, naufragaram as seguintes pessoas:
- dois italianos e uma italiana;
- dois franceses e uma francesa;
- dois alemães e uma alemã;
- dois gregos e uma grega;
- dois ingleses e uma inglesa
- dois búlgaros e uma búlgara;
- dois japoneses e uma japonesa;
- dois chineses e uma chinesa;
- dois americanos e uma americana
- dois irlandeses e uma irlandesa;
- dois portugueses e uma portuguesa;
Passado um mês, nestas ilhas absolutamente maravilhosas, no meio do nada,
passava-se o seguinte:
- Um italiano matou o outro italiano por causa da italiana;
- Os dois franceses e a francesa vivem felizes juntos num ménage-à-trois;
- Os dois alemães marcaram um horário rigoroso de visitas alternadas à alemã;
- Os dois gregos dormem um com o outro e a grega limpa e cozinha para eles;
- Os dois ingleses aguardam que alguém os apresente a inglesa;
- Os dois búlgaros olharam longamente para o oceano, depois olharam longamente para a búlgara e começaram a nadar;
- Os dois japoneses enviaram um fax para Tóquio e aguardam instruções;
- Os dois chineses abriram uma farmácia/bar/restaurante/lavandaria, e
engravidaram a chinesa para lhes fornecer empregados para a loja.
- Os dois americanos estão a equacionar as vantagens do suicídio porque a
americana só se queixa do seu corpo, da verdadeira natureza do feminismo, de
como ela é capaz de fazer tudo o que eles fazem, da necessidade de realização, da divisão de tarefas domésticas, das palmeiras e da areia que a fazem parecer gorda, de como o seu último namorado respeitava a opinião dela e a tratava melhor do que eles, como a sua relação com a mãe tinha melhorado e de que, pelo menos, os impostos baixaram e também não chove...
- Os dois irlandeses dividiram a ilha em Norte e Sul e abriram uma destilaria. Eles não se lembram se sexo está no programa por ficar tudo um bocado embaciado depois de alguns litros de whisky de coco. Mas estão satisfeitos porque, pelo menos, os ingleses não se estão a divertir...
- Quanto aos dois portugueses, mais a portuguesa que tb se encontravam na ilha, até agora não se passou nada porque os dois portugueses resolveram constituir uma comissão encarregada de decidir qual dos dois homens seria autorizado a requerer por escrito o estabelecimento de contactos íntimos com a mulher.
Acontece que a comissão já vai na 17ª reunião e até agora ainda nada se decidiu, até porque falta ainda aprovar as actas das 5 últimas reuniões, sem o que o processo não poderá andar para a frente. Vale ainda a pena referir que, de todas as reuniões, 3 foram dedicadas a eleger o presidente da comissão e respectivo assessor, 4 ficaram sem efeito dado ter-se chegado a conclusão que tinham sido violados alguns princípios de procedimento administrativo, 8 foram dedicadas a discutir e elaborar o regulamento de funcionamento da comissão e 2 foram dedicadas a aprovar esse mesmo regulamento. É ainda notável que muitas das reuniões não puderam ser realizadas ou concluídas, já que 2 não continuaram por falta de quorum, uma ficou a meio em sinal de protesto por Timor e 5 coincidiram com feriados ou dias de ponte.
___________________________________

Sete horas da manhã!
O marido entra em casa.
A mulher espera de pé, perto da porta.
- Chegando a esta hora, SuperHomem?
- Desculpe, eu estava com clientes.
- E vocês discutiram a noite toda até às sete da manhã, SuperHomem?
- Tá certo. Nós fomos a um bar, até às três horas, para bebericar.
- Até às três, SuperHomem? E o que aconteceu que você só chegou agora, às
sete, SuperHomem?
- Eu... Bem, é que depois nós fomos a um bar de strip-tease, mas eu só
fiquei olhando. Eu não percebi o tempo passar.
- Tá bem, SuperHomem. Você só olhou. No que mais você quer que eu
acredite, SuperHomem?
- Nada, eu... Espera aí. Por que é que você está me chamando o tempo
todo de SuperHomem?
- Porque somente ele usa as cuecas por cima das calças.



quarta-feira, abril 07, 2004

Respostas à medida 

Lembrando-nos daqueles que têm de atender público, bastas vezes tão estúpido quanto ignorante, segue um conjunto de respostas merecidas por perguntas cavalares, feitas por potenciais interessados em viajar na África do Sul, colocadas num site Turístico Sul Africano e que foram respondidas pelo dono do site:

P: Costuma fazer vento na África do Sul? Nunca vi na TV que aí chovesse,
por isso, como é que as plantas crescem? (G.B.)
R: Nós importamos todas as plantas completamente crescidas e depois
ficamos por aqui sentados a vê-las morrer.

P: Serei capaz de ver elefantes nas ruas? (E.U.A.)
R: Depende daquilo que beber.

P: Quero ir a pé de Durban à Cidade do Cabo - Posso seguir as linhas do
comboio?(Suécia)
R: Claro, são só 2 mil km, leve muita água...

P: É seguro andar a correr pelos arbustos na África do Sul? (Suécia)
R: Então é verdade o que se diz sobre os suecos.

P: Existem caixas Multibanco na África do Sul? Pode-me enviar uma lista
das que existem em Joanesburgo, Cidade do Cabo, Knysna e na Baía de
Jeffrey? (G.B.)
R: O seu último escravo morreu de quê?

P: Pode dar-me alguma informação acerca das corridas de Coalas na África
do Sul? (E.U.A.)
R: A Aus-trá-lia é aquela ilha grande no meio do Pacífico. Á-fri-ca é
aquele continente em forma de triângulo a sul da Europa e não tem...
Olhe, esqueça. Claro, as corridas de Coalas são todas as Terças à noite
em Hillbrow. Venha nu.

P: Para que direcção fica o Norte na África do Sul? (E.U.A.)
R: Fique de frente para Sul e depois dê uma volta de 90º. Entre em
contacto connosco quando cá chegar e nós damos-lhe o resto das
instruções.

P: Posso levar talheres para África do Sul? (G.B.)
R: P'ra quê? Coma com os dedos como nós fazemos.

P: Podem enviar-me o horário do Coro dos Pequenos Cantores de Viena?
(E.U.A.)
R: A Aús-tri-a é aquele pequeno país que faz fronteira com a Ale-ma-nha,
que é...olhe, esqueça. Claro, o Coro dos Pequenos Cantores de Viena
actua todas as Terças à noite em Hillbrow, logo a seguir às corridas de
Coalas. Venha nu.

P: Têm perfume na África do Sul? (França)
R: Não, NÓS não cheiramos mal.

P: Criei um novo produto que é a Fonte da Eterna Juventude. Sabe
dizer-me onde a posso vender na África do Sul? (E.U.A.)
R: Em qualquer local onde se reunam muito americanos.

P: Sabe dizer-me onde é que, em África do Sul, a população feminina está
em menor número que a masculina? (Itália)
R: Sim, nos clubes gay.

P: Celebram o Natal em África do Sul? (França)
R: Só no Natal.

P: Têm abelhas assassinas na África do Sul? (Alemanha)
R: Ainda não, mas por si, mandamos vir.

P: Existem supermercados na Cidade do Cabo, e existe leite durante todo
o ano?(Alemanha)
R: Não, nós somos uma pacífica civilização Vegan de
caçadores-recolectores. O leite é ilegal.

P: Por favor envie-me uma lista de todos os médicos em África do Sul que
tenham ou consigam arranjar soro* de cascavel.(*Antídoto para dentadas
de cascavel) (E.U.A.)
R: As cascavéis vivem na A-mé-ri-ca, que é de onde VOCÊ é. Todas as
cobras Sul-Africanas são perfeitamente inofensivas, podem ser facilmente
manuseadas e são bons animais de estimação.

P: Estive na África do Sul em 1969, e gostava de contactar a rapariga
com quem namorei enquanto estive em Hillbrow. Pode ajudar-me? (E.U.A.)
R: Sim, mas mesmo assim vai ter que continuar a pagar-lhe à hora.

P: Poderei falar Inglês na maioria dos locais para onde for? (E.U.A.)
A: Sim, mas primeiro vai ter que aprender.

terça-feira, abril 06, 2004

Desenganado 

Compus nos versos mais belos
tudo o que te quis dizer.
Nem sequer abriste a carta,
os versos ficaram por ler.

Inútil e vã ousadia!
Varridos só com um gesto,
ligeiro mas decidido,
foram lançados no cesto

as palavras tão sentidas,
os sentimentos bravios,
as vontades desbragadas,
e os murmurares vadios.

Paixão arrebatadora
não merece tal destino
- ser deitada assim no lixo
deixa um homem sem tino.

Adorada dos meus sonhos,
p’la sorte fui bafejado,
ainda bem que mostraste
o que lá tinhas guardado!

Altivez, é quanto baste,
Frieza no coração,
Egoísmo insuportável,
Vou-te largar da mão!

ES




segunda-feira, abril 05, 2004

A Paixão... 

Finalmente fui, no sábado, a ver a Paixão de Cristo segundo Gibson. Deve ter havido, na sala de exibição, uma pequena fuga de um qualquer misterioso gás que me provocou um lacrimejar constante durante todo o filme e uma fungaria quase generalizada no resto dos espectadores. Deviam ter mais cuidado com a manutenção das instalações.
Quando abandonei a sala estava confuso, com os olhos a arder e um nó na garganta. Devo ter tido uma intoxicação. Até porque acho que não vi nada do filme. Adormeci aos primeiros minutos e só acordei com o acender das luzes. E tive o pior pesadelo de todos aqueles que me surgiram ao longa desta vida que não vai curta. Facto intrigante: ao divulgar a vários amigos o teor do terrível sonho dizem-me que segue passo a passo o desenrolar da história que não vi!
Lamento desapontá-los mas, como devem compreender não consigo pois fazer uma crítica honesta da obra cinematográfica.
Sou católico, não praticante há muitos anos. Curiosamente, no Domingo deu-me para ir à missa, e não querem lá ver que na Igreja senti a mesma coisa! Que gás utilizarão dentro de uma igreja? Acho que tenho que ir até me habituar.
Paradoxalmente não me quero esquecer do pesadelo.
Ninguém pode aguentar sofrer assim se não for por Amor.
E ninguém pode fazer outro sofrer assim se não for pelo mais negro e derradeiro Pavor.

sexta-feira, abril 02, 2004

Em férias escolares... 

Para os que têm que entreter os gaiatos e gaiatas neste período tão difícil de ultrapassar, aqui lhes sugiro um excerto de pequenos chistes sempre tão do agrado dos petizes. Alguns são conhecidos, outros não o serão. De qualquer modo, mesmo que repetidos, para os putos têm sempre graça. Aqui vão:

Professor: O que devo fazer para repartir 11 batatas por 7 pessoas?
Aluno: Puré de batata, senhor professor!
-------------------
O professor ao ensinar os verbos:
- Se és tu a cantar, dizes: "eu canto". Ora bem, se é o teu irmão que canta, como é que dizes?
- Cala a boca, Alberto.
----------------
- "Stora", alguém pode ser castigado por uma coisa que não fez?
- Não.
- Fixe. É que eu não fiz os trabalhos de casa.
----------------
- Joaquim, diga o presente do indicativo do verbo caminhar.
- Eu caminho...... tu caminhas....... ele caminha......
- Mais depressa!
- Nós corremos, vós correis, eles correm!
----------------
Professor: Chovia que tempo é?
Aluno: É tempo muito mau, senhor professor.
----------------
Professor: De onde vem a electricidade?
Aluno: Do Jardim Zoológico!
Professor: Do Jardim Zoológico?
Aluno: Pois! O meu pai, quando falta a luz em casa, diz sempre:
"Aqueles camelos...".
----------------
Professor: Quantos corações temos nós?
Aluno: Dois, senhor professor.
Professor: Dois!?
Aluno: Sim, o meu e o seu!
----------------
Dois alunos chegam tarde à escola e justificam-se:
- 1º Aluno: Acordei tarde, senhor professor! Sonhei que fui à Polinésia e demorou muito a viagem.
- 2º Aluno: E eu fui esperá-lo ao aeroporto!
----------------
Professor: Pode dizer-me o nome de cinco coisas que contenham leite?
Aluno: Sim, senhor professor: um queijo e quatro vacas.
----------------
Redacção sobre um animal
Da autoria de um rapazito francês com idade estimada entre os 14 e os 16 anos. Deliciem-se...
O pássaro de que vou falar é o mocho. O mocho não vê nada de dia, e à noite é mais cego que uma toupeira. Não sei grande coisa do mocho, por isso vou continuar com outro animal que vou escolher:
A vaca.
A vaca é um mamífero. A vaca tem 6 lados: o da direita; o da esquerda; o de cima; o de baixo; o de trás, que tem um rabo, o qual tem um pincel pendurado (com este pincel espantam-se as moscas para que não caiam no leite); a cabeça serve para que lhe saiam cornos e também porque a boca tem de estar nalgum lado (os cornos são para a vaca combater com eles). Pela parte de baixo tem leite. Está equipada para que se possa ordenhar.
Quando se ordenha, o leite vem e não pára nunca. Como é que se desenrasca a vaca, nunca compreendi, mas o leite cada vez sai com mais abundância.
O marido da vaca é o boi. O boi não é mamífero. A vaca não come muito, mas o que come, come duas vezes, portanto já tem bastante. Quando tem fome, muge. Quando não diz nada é porque está cheia de erva por dentro. As suas patas chegam ao chão. A vaca tem o olfacto muito desenvolvido, pelo que se pode cheirá-la desde muito longe. É por isso que o ar do campo é tão puro.
----------------
A Avó, vista por uma menina de 8 anos
"Uma Avó é uma mulher que não tem filhos, por isso gosta dos filhos dos outros. As Avós não têm nada para fazer, é só estarem ali.
Quando nos levam a passear, andam devagar e não pisam as flores bonitas nem as lagartas. Nunca dizem “Despacha-te!". Normalmente são gordas, mas mesmo assim conseguem apertar-nos os sapatos. Sabem sempre que a gente quer mais uma fatia de bolo ou uma fatia maior. As Avós usam óculos e às vezes até conseguem tirar os dentes. Quando nos contam histórias, nunca saltam bocados e nunca se importam de contar a mesma história várias vezes. As Avós são as únicas pessoas grandes que têm sempre tempo.Não são tão fracas como dizem, apesar de morreram mais vezes do que nós.Toda a gente deve fazer o possível por ter uma Avó, principalmente se não tiver elevisão."

quinta-feira, abril 01, 2004

Resumos de livros ! 

Para quê perder tempo a ler milhares de páginas ?!?!??!

1) Marcel Proust. À Ia recherche du temps perdu. Paris, Gallimard.
1922 (I.ere edition) - À procura do tempo perdido. Livros do Brasil
Colecção Dois Mundos). 1965

Resumo: Um rapaz asmático sofre de insónias porque a mãe não lhe dá um beijinho de boas-noites. No dia seguinte (pág. 486. I vol.), come um bolo e escreve um livro.
Nessa noite (pág. 1344. VI vol.) tem um ataque de asma porque a namorada (ou amorado?) se recusa a dar-lhe uns beijinhos.
Tudo termina num baile (vol. VII) onde estão todos muito veIhinhos e pronto.

2) Leão Tolstoi, Guerra e Paz, (1800 páginas)

Resumo: Um rapaz não quer ir à guerra e por isso Napoleão invade Moscovo.
A rapariga casa-se com outro. Fim.

3) Luís de Camôes, Os Lusíadas (várias edições), versão portuguesa de João de Barros)

Resumo: Um poeta com insónias decide chatear o rei e contar-lhe uma história de marinheiros que, depois de alguns problemas (logo resolvidos por uma deusa porreiraça), têm o justo prémio numa ilha cheia de gajas boas.


4) Gustave Flaubert, Madame Bovary, (378 páginas)

Resumo: Uma dona de casa engana o marido com o padeiro, o leiteiro, o carteiro, o homem do talho, o merceeiro, e um vizinho cheio de massa.
Envenena-se e morre.


5) William Shakespeare, Hamlet, Londres, Oxford Press

Resumo: Um príncipe com insónias passeia pelas muralhas do castelo, quando o fantasma do pai lhe diz que foi morto pelo tio que dorme com a mãe, cujo homem de confiança é o pai da namorada que entretanto se suicida ao saber que o príncipe matou o seu pai para se vingar do tio que tinha matado o pai do seu namorado e dormia com a mãe. O príncipe mata o tio que dorme com a mãe, depois de falar com uma caveira e morre, assassinado pelo irmão da namorada, a mesma que era doida e que se tinha suicidado.

6) Anónimo colectivo. Novo Testamento (4 versões)
Resumo: Uma mulher com insónias dá à luz um filho cujo pai é uma pomba.
O filho cresce e abandona a carpintaria para formar uma seita de pescadores.
Por causa de um bufo, é preso e morre.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Weblog Commenting by HaloScan.com